quinta-feira, 8 de março de 2012

Sport vence, mas repete erros


Sem seu atual camisa 10, dificilmente o Sport estaria entre os líderes do Estadual. Acionado sempre que o time passa por momentos dificuldades, Marcelinho Paraíba voltou a mostrar a sua importância. Após ver seus companheiros desperdiçarem inúmeras chances, o meia marcou duas vezes e deu a vitória por 2×1 sobre o Araripina, na Ilha do Retiro, a oitava por apenas um gol de diferença. Com os gols marcados, Marcelinho Paraíba alcançou a artilharia do campeonato, com nove tentos. Cristiano descontou para o Bode. Com o resultado, o Leão chegou aos 33 pontos, um a menos que o líder Salgueiro.
Iniciando o jogo com a formação mais ofensiva que o de costume – o atacante Marquinhos entrou na vaga do volante Diogo Oliveira -, o Sport pressionou o adversário desde o primeiro minuto da partida. A equipe rubro-negra, com um bom volume de jogo, criou pelo nove ótimas oportunidades para marcar, mas os erros de finalização impediram que o Leão conseguisse uma vantagem mais ampla. Só o atacante Jael teve duas chances para balançar as redes, mas, quando os adversários não interceptaram, a trave atrapalhou o camisa 9 leonino.
Coube ao artilheiro do Sport na temporada abrir o placar. Em bela cobrança de falta, Marcelinho Paraíba acertou o ângulo do goleiro Davi e deu mais tranquilidade ao time dentro de campo e à torcida, nas arquibancadas. Apesar do poderio ofensivo, o Leão voltou a apresentar falhas no sistema defensivo, com erros de passe e posicionamento dos jogadores. Se não fosse Magrão, o Bode poderia ter ido para o intervalo com o empate.
Diferente de outras partidas dentro de casa, que caiu de rendimento no segundo tempo, Sport voltou pressionando o Araripina. Após criar duas boas oportunidades para ampliar, os rubro-negros marcaram o segundo, aos 12 minutos. Marcelinho Paraíba invadiu a grande área e com a perna esquerda marcou o seu nono gol no Estadual, assumindo a artilharia do campeonato. O técnico Mazola utilizou a vantagem para testar o meio de campo e colocou Moacir, que voltava de contusão, para adquirir ritmo de jogo. Aos 26, Marcelinho deu um lindo passe para Roberson, que tentou encobrir Davi, mas o goleiro do Bode fez uma bela defesa. Quatro minutos depois, após uma bela jogada individual em que driblou até o goleiro Magrão, Cristiano diminuiu.
Sport
Magrão; Thiaguinho (Moacir), Tobi, Bruno Aguiar e Renê ; Hamilton, Rivaldo e Marcelinho Paraíba; Marquinhos (Renato), Willians (Roberson) e Jael. Técnico: Mazola Júnior
Araripina
Davi; Jamerson (Felipe Araripina), Serginho, Everton e Ailton (Tatu); Nilson, Jackson, Rosembrick e Vassoura (Romário); Cristiano e Cristovão. Técnico Paulo Júnior
Local: Estádio da Ilha do Retiro (Recife)
Árbitro: Ricardo Jorge
Assistentes: Wilton Lins e Ricardo Chianca
Gols: Marcelinho Paraíba (aos 28 min do 1º tempo e aos 12 minm do 2º tempo), Cristiano (aos 30 do 2º tempo)
Cartões amarelos: Davi, Cristiano, Felipe Araripina, Rosembrick(Araripina), Thiaguinho, Renato, Magrão, Rivaldo e Roberson (Sport)
Público: 13.376
Renda: R$ 113.630

Nenhum comentário:

Postar um comentário