terça-feira, 19 de maio de 2015

Festa de título termina em agressão covarde em Portugal

Infelizmente nem todas as cenas envolvendo a comemoração do 34º título português do Benfica foram de festa. Os policias que trabalharam no jogo entre os encarnados e o Vitória de Guimarães, em Portugal, deram um exemplo claro de como não agir para dispersar a multidão que comemorava a conquista. O empresário José Magalhães foi assistir ao jogo com seu pai e seus filhos. Em meio a confusão, ele foi acusado de desacato pelos policiais. As imagens vistas depois, contudo, não justificam o abuso de quem seria responsável por manter a segurança.
O empresário foi agredido com um cassetete. Para piorar, seu pai e seus filhos também foram atingidos pelos policiais. As cenas foram filmadas por uma equipe de televisão que estava no local.
Para essa família, não houve festa nos arredores do Estádio Dom Afonso Henriques. “Eu estava desesperado com a segurança das crianças. Já estávamos há meia hora parados no estádio. Tivemos a compreensão de quatro agentes que nos deixaram sair, mas depois o comandante veio me perguntar o que fazia ali, ainda mais com as crianças”, contou Magalhães, em entrevista a uma emissora local.
A polícia portuguesa já abriu um processo disciplinar contra os policiais responsáveis pela agressão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário