sábado, 23 de maio de 2015

Xavi confirma adeus ao Barça após 17 temporadas em ‘decisão definitiva e difícil’

Xavi confirma adeus ao Barça após 17 temporadas em ‘decisão definitiva e difícil’
Um dos maiores ídolos da história do Barcelona, Xavi Hernández confirmou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que deixará o clube ao final desta temporada europeia, que será a sua 17ª e última com a camisa do time espanhol.
“Confirmo minha saída do Barcelona. É uma decisão definitiva e difícil. Não foi uma decisão simples nem fácil. Eu a tomei em consenso com minha mulher e com minha filha. Mas é o momento de sair”, disse, emocionado, o meio-campista, que hoje é reserva de luxo no Barça.
E Xavi admite que não consegue ficar satisfeito com o simples fato de apenas seguir vestindo a camisa do clube catalão como opção de banco. “Fiz bem ficando um ano a mais no time, mas não estou tendo minutos. Me sinto útil, mas tenho de mudar de ares e tenho um projeto emocionante no Catar”, admitiu o jogador, que vestirá a camisa do Al-Sadd, com quem selou acordo para atuar no futebol árabe por duas temporadas.
Ao todo, se for levado em conta o tempo em que atuou na base do Barça, Xavi acumula 24 anos de trajetória no time. Neste período o atleta de 35 anos de idade acumulou 22 títulos. Ele ainda admitiu que poderia seguir atuando pelo clube espanhol ao revelar que lhe foi oferecida uma renovação contratual para atuar pela equipe até 2018.
Xavi disse que é grato ao Barcelona por ainda seguir apostando em seu futebol depois de tanto tempo, mas enfatizou que a decisão de sair “já estava tomada”. Mas ele reconhece que precisou pensar de forma racional, deixando a emoção um pouco de lado, para tomar a decisão de ir embora, tendo em vista o fato de que a torcida ainda clamava pela sua permanência.
“(Sair agora) É o que me disse a cabeça e o corpo. O coração é mais difícil porque sou muito culé (como são conhecidos os torcedores do Barça)”, disse Xavi, que vê um “roteiro espetacular” nesta sua reta final como jogador do clube, pois o time acaba de ser campeão espanhol, está na final da Copa do Rei e ainda pode faturar a Liga dos Campeões no próximo dia 6 de junho, contra a Juventus, em Berlim.
“Conseguimos uma Liga, será muita emoção levantar (esta taça do Espanhol) pela última vez diante da torcida no sábado, espero desfrutar de cada minuto deste momento”, disse o ídolo catalão, assegurando que não “poderia ter tido uma carreira melhor” pelo Barça e que “agora só falta conseguir os dois últimos troféus que faltam”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário