terça-feira, 30 de junho de 2015

Chile derrota Peru e volta à final após quase 30 anos

Vargas decidiu para o Chile, que disputará a final pela primeira vez em 28 anos
Chile derrota Peru e volta à final após quase 30 anos

O sonho vive. No sábado, o Chile poderá, enfim, conquistar pela primeira vez a Copa América, e justamente diante dos seus torcedores. Na noite desta segunda-feira, a equipe comandada por Jorge Sampaoli contou com uma atuação inspirada do atacante Eduardo Vargas, ex-Grêmio e agora artilheiro da competição com quatro gols, para derrotar o rival Peru pelo placar de 2 a 1, no Estádio Nacional de Santiago, e avançar à decisão do torneio.

Uma das peças importantes de Sampaoli no esquema chileno, Eduardo Vargas assumiu para si a responsabilidade no grande compromisso da equipe até aqui. Mesmo convivendo com a sombra das estrelas Alexis Sánchez e Arturo Vidal, o ex-gremista anotou os dois gols; o segundo, em um momento de tensão, logo depois de Gary Medel, contra, empatar para os peruanos.
Os dois tentos de Vargas garantiram o Chile pela primeira vez na decisão em quase 30 anos. A última vez que os chilenos estiveram na disputa pelo título foi em 1987, quando a Roja perdeu para o Uruguai, o maior campeão da história da Copa América com 15 taças obtidas.
Agora, mais próximo do sonho, o Chile já pensa no sábado. A partir das 17h (de Brasília), Sampaoli e os seus comandados jogarão 90 minutos por um sonho. O adversário sai nesta terça-feira, quando Argentina e Peru decidem, a partir das 20h30, o outro finalista da Copa América 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário