segunda-feira, 1 de junho de 2015

R10 começa no banco, Querétaro goleia, mas Santos Laguna leva o título

Ronaldinho Querétaro x Santos Laguna (Foto: Reuters)
R10 começa no banco, Querétaro goleia, mas Santos Laguna leva o título

Não deu para o Querétaro. O time de Ronaldinho Gaúcho, que mais uma vez começou no banco, até foi bravo, deixou o estádio La Corregidora aplaudido pelos torcedores, mas os 3 a 0 da noite de domingo não foram suficientes para a conquista do título mexicano. Como era de se esperar, os 5 a 0 do jogo de ida, quinta-feira, fizeram a diferença para o Santos Laguna, que comemorou, fora de casa, seu quinto troféu da liga nacional.   
Como já tinha acontecido na primeira partida, Ronaldinho entrou em campo com 3 a 0 no placar, mas desta vez a favor. Avassalador, o Querétero repetiu o feito do rival nos 45 minutos iniciais e foi para o intervalo com a esperança em alta. No segundo tempo, porém, o Santos conseguiu administrar a vantagem. O craque brasileiro entrou aos 15 minutos, no lugar do americano Bornstein, e não conseguiu fazer a diferença.   
No principal lance, com apenas sete minutos em campo, Ronaldinho tentou ser esperto em saída de bola de Marchesin. O brasileiro se fez de bobo e fez o desarme quando o goleiro argentino ia dar um chutão para o ataque. Em seguida, marcou o gol, que foi anulado e lhe rendeu um cartão amarelo.
Osuna, aos 10, de pênalti, Corona, aos 21, de cabeça, e Sepúlveda, aos 38, tocando na saída de Marchesin, aos 38, marcaram os gols do Querétaro. Apesar do vice-campeonato, a torcida que lotou o estádio aplaudiu de pé a equipe. Em entrevista à TV Azteca, o goleiro brasileiro Tiago Volpi falou sobre o apoio: 
- Temos apenas que agradecer aos nossos torcedores. É um emoção muito grande. Não conseguimos fazer os cinco gols, mas nos esforçamos muito, corremos muito. Fomos aplaudidos de pé. Jogamos com raça e humildade, mas era muito difícil reverte um placar de cinco gols.

Nenhum comentário:

Postar um comentário