segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Sport encerra sequência negativa com 1×0

Sport encerra sequência negativa com 1×0
A sequência de dez partidas sem vitórias na Série A do Campeonato Brasileiro finalmente chegou ao fim. Ontem, o Sport precisou apenas do placar mínimo para conquistar os três pontos em cima do Fluminense, na Arena Pernambuco. O 1×0 foi construído com o gol do lateral Danilo. Além do resultado, a satisfação do torcedor rubro-negro se deu pela mudança de postura da equipe, bem mais ofensiva que habitualmente. Agora, o Leão é o décimo colocado, com 36 pontos.
A necessidade da vitória motivou o técnico Eduardo Baptista montar o Sport bastante ofensivo. Do meio pra frente, o Leão teve apenas Rithelly na contenção, e cinco outros jogadores com características agudas. Era a mudança tática que o torcedor tanto clamava. E o futebol jogado fez valer a vantagem no placar após os primeiros 45 minutos. O Fluminense ficou encurralado, diante da velocidade imposta nas trocas de passe e transição dos rubro-negros.
A primeira chance do jogo, no entanto, não foi dos donos da casa. Uma cobrança de falta, aos sete minutos, protagonizada por Jean levou bastante perigo a meta do goleiro Danilo Fernandes, que mandou para escanteio. De resto, os cariocas não conseguiram criar. Por outro lado, o Sport teve o jogo em seu domínio. E apesar da postura ofensiva, a equipe conseguiu marcar no campo de ataque. O primeiro gol do jogo aconteceu aos 17 minutos, após André tocar de calcanhar para Danilo chegar chutando de primeira, uma bomba, estufando as redes de Cavalieri.
O fato de ter saído na frente no placar não inibiu a postura leonina na partida. Apesar de Rithely ser o único especialista de defesa no meio campo, o jogador contou com a contribuição de Diego Souza, que entrou como segundo volante na partida. Além disso, sempre um dos dois centroavantes – André ou Hernane – ficavam com a responsabilidade de dar o primeiro combate, no ataque. Isso fez o Fluminense não conseguir jogar.
Logo na volta do intervalo, Eduardo Baptista manteve a postura ofensiva em sua primeira substituição. Régis entrou na vaga de Maikon Leite. O lado esquerdo da equipe, de fato, melhorou. A desvantagem no placar obrigou o Fluminense a sair mais para o jogo. E os cariocas até conseguiram criar jogadas de perigo contra a meta do goleiro Danilo Fernandes. O Leão, então, passou a apostar em contra-ataques. O equilíbrio virou a tônica da partida. Mas o resultado ficou inalterado, e os rubro-negros finalmente conseguiram quebrar a negativa marca de dez partidas sem vitórias.
FICHA DE JOGO
SPORT
Danilo Fernandes; Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Danilo; Rithely, Marlone (Elber), Maikon Leite (Régis), Diego Souza; Hernane Brocador e André (Wendel). Técnico: Eduardo Baptista
FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Marlon e Léo; Edson (Vinícius), Jean, Gustavo Scarpa (Maicon) e Gerson; Marcos Júnio (Oswaldo) e Fred. Técnico: Enderson Moreira
LOCAL: Arena Pernambuco, no Recife
HORÁRIO: 18h30
ÁRBITRO: Heber Roberto Lopes (SC)
ASSISTENTES: Nadine Schramm Camara Bastos (SC) e Ivan Carlos Bohn (PR)
GOLS: Danilo (aos 17 do 1ºT)
CARTÕES AMARELOS: Durval, Matheus Ferraz (Sport); Gum, Edson, Jean (Fluminense)
PÚBLICO: 6.939
RENDA: 154.040,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário